CBJK E LCJMS REALIZARAM SEMINÁRIO DE ARBITRAGEM E OUTORGA DE GRAU NA CAPITAL

Para dar início no Calendário das atividades do Judô ligas e  da Confederação Brasileira de Judô Kodokan e Liga Confederada de Judô do MS para o ano de 2022, nas filiadas no Estado; aconteceu neste final de semana em Campo Grande seminário e reciclagem de arbitragem, posturas e comportamento de árbitros e atletas, debate sobre as mudanças e novas regras que já passam a ser utilizadas a partir da Olimpíadas em Paris.

O evento aconteceu no Dojo judô de liga são João Maria Vianney, no Bairro Santa Emília   filiada a LCJMS . Vale ressaltar que Dojo  é coordenado  pelo Sensei Jose Luiz da Silva Moreira e diretoria, atende gratuitamente  100 crianças.

Judô liga São João Maria Vianney trabalha com doações dos pais e comunidade

Mais de cem atletas, e professores participaram do seminário, aberto todos filiados.

O seminário foi ministrado pelo professor de Educação física e sensei Cleber Santos Pereira 5º Dan, presidente da CBJK e Uillian Cantine Ibarra , Sensei e Presidente da LCJMS.

Aproveitando os seminário e o final de semana Confederação Brasileira judô kodokan e liga LCJMS  através do  presidente da Comissão de Graus Nacional  ( CNG) Mestre Noritoshi Sato 9° Dan e Secretario CNG Paulo Mazzei 8° Dan  realizaram cerimonia de Outorga de Graus da CBJK ao Sensei Anísio Modesto Simões que recebeu o 6º Dan Rokudan, Fixa Coral ( vermelho e branco), historico shihan Anísio prática  judo  52 anos, teve seu inicio em 1970, no dojo em Uberaba Minas Gerais com sensei Afranio de Almeida  em seu vasto currículo de judoca  teve passagem, Clube Judô Oriente, sensei Otavio Lamartine ( SanSão), sendo filiado na época pela Federação Mineira de judô obteve sua faixa preta.

Como atleta foi 6 vezes campeão mineiro de judô, 7 vezes campeão mineiro do interior,

medalha bronze campeonato brasileiro escola São Paulo, e medalha bronze campeonato brasileira universitário em Brasília, formado em engenharia civil.

Segundo Sensei Anísio Modesto Simões judô fez e faz parte de sua vida. Vindo de família modesta foi o judô que abriu as portas para que ele pudesse se tornar na vida um vencedor. Mais nunca esqueceu suas origens humildes.

Segundo ele, conheceu a Liga através de amigos, que apresentaram ao sensei José Luís, responsável pelo Judô bairro Santa Emília, onde hoje o shiran ministra aulas e passa todo sua experiência e conhecimento de forma gratuita, colaborando com o trabalho social que ali e desenvolvido.

Para o Sensei Cleber Presidente da CBJK, essa é forma diferenciada do judô de liga, valorizar o ser humano, e, buscar junto deles a experiência e conhecimento na formação de cidadãos para um mundo melhor.

 

Redação: Paulo Roberto Banczek
 
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error

Gostou do nosso site? Divulgue para familiares e amigos :)