28 de Outubro dia mundial do Judô

A data de 28 de outubro é comemorada mundialmente no dia do nascimento de Jigoro Kano, aquele que é fundador da mais nobre arte das lutas JUDÔ.

Neste dia, em 1860, em Mikage, Japão, nascia Jigoro Kano, terceiro filho de Jirosaku Mareshiba Kano, um oficial da marinha daquele país. Na adolescência, cansado de sair derrotado em brigas com colegas de escola, resolveu praticar o jujutsu para compensar seu físico franzino com 1,50m de altura e cerca de 50 quilos. Com o tempo entendeu que precisava reformar a prática para que ela passasse a ter princípios mais amplos, englobando humanidade e respeito, além das técnicas de luta.

Assim, as aplicações do Judô passaram a ser levadas a vários tipos de modalidades e circunstâncias como educação física, intelectual e moral, tornando-se um método de vida diário. Kano chegou a integrar o Ministério da Educação Japonês.

O mestre, ou Shihan, considerava como proposta do Judô fortalecer o corpo, completar a personalidade treinando a mente e se dedicar à sociedade. Dentre os princípios que disseminava está o Jita-Kyoei que, em poucas palavras, refere-se à troca entre os judocas onde cada um, buscando desenvolver-se, colabora para o desenvolvimento da coletividade. Meu Shihan Noritoshi Sato 9° Dan CBJK,  me explicou que na prática do Judô não tratamos os oponentes como inimigos, mas como alguém que nos fará evoluir.

A esse simples sensei, é esse respeito que faz o judô tão diferente, tão especial.

Amizade – Respeito, aliás, foi o primeiro tema definido pela Confederação Brasileira de Judô Kodokan (CBJK) em 2020, para ilustrar o Dia Mundial do Judô deste ano.

Hoje somos mais de 50 milhões de praticantes em todos os cantos do planeta. A  CBJK reúne atualmente  8 estados filiados entre ligas, federações e projetos,  com mesmo objetivo em praticar judô social sem distinção.

Neste 28 outubro de 2020 no dia mundial judô, a câmara de vereadores de Maracaju fez homenagem aos senseis de todo Brasil, em especial moção para todos os profissionais do judô de Maracaju (atual sede da CBJK) e demais colaboradores que prestam serviço voluntariamente com Judô Social.

Mestre Noritoshi Sato –  faixa Vermelha  9° Dan –  86 anos idade.

Mestre Nelson Takeyoshi Arazawa – faixa vermelha 9° Dan – 75 anos de idade.

Shihan Paulo Mazzei de Campos – faixa  vermelha e branca   7° Dan – 70 anos idade.

Sensei Cleber dos Santos Pereira – faixa preta 5 ° Dan.

Sensei Romeu Saravy Chita Junior – faixa preta 4 ° Dan.

Sensei Juliana de Souza Resende – faixa preta 3° Dan.

Sensei Jose Luiz da Silva Moreira – faixa preta 3° Dan.

Sensei Luana Dias Nazareth – faixa preta 2° Dan.

Sensei Uillian Cantini Cezar Ibarra – faixa preta 2 ° Dan.

Sensei Douglas Tadeu Borgato – faixa preta 2 ° Dan.

Sensei Rodrigo Escobar Silveira – Faixa preta 1° Dan.

Sensei Paulo Roberto Banczek – Faixa preta 1° Dan.

Por Sensei Cleber dos Santos Pereira.

Imagens: MSConectado e Depto de Marketing e Mídias Digitais da LCJMS.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error

Gostou do nosso site? Divulgue para familiares e amigos :)