1º Open Internacional de Judô Social em Maracaju foi destaque nacional, com graduação do primeiro Shiran da LCJMS

O 1º Open Internacional de Judô Social aconteceu neste final de semana (04/05) em Maracaju e contou com participação de 300 judocas em todas as categorias. A competição foi realizada pela Liga Confederada de Judô Mato Grosso do Sul (LCJMS) e Confederação Brasileira de Judô social (CBJS) contou com o apoio total da prefeitura de Maracaju.

Para o sensei Cleber Santos Pereira, “a realização do Open Internacional foi a prova que mais uma vez o judô social deu certo e veio para ficar”. Hoje a LCJMS já está consolidada no Mato Grosso do Sul, e a Confederação Brasileira de Judô Social presente em vários estados, isso demostra que uma grande parcela da sociedade estava fora do judô por falta de oportunidade, hoje encontraram no judô social o que precisavam, isso é gratificante”, disse Cleber que agradeceu a presença das delegações do Paraguai, Mato Grosso, São Paulo, Porto Murtinho, Campo Grande com duas delegações e os polos de Maracaju, e fez um agradecimento especial a Prefeitura de Maracaju pelo apoio total ao evento, e sem esse apoio não seria possível realizar a competição com tanto sucesso.

Secretário de Fazenda e Administração Lenilso Carvalho, representando o prefeito Maurílio Ferreira Azambuja, disse que a administração foi sempre parceira do esporte por acreditar que o esporte em suas modalidades quando atende as crianças e consequentemente as famílias é fundamental para o desenvolvimento de toda a sociedade. “Seremos sempre parceiros, e neste evento com casa cheia e a presença de famílias, sabemos que este é o melhor retorno do investimento feito, o prefeito Maurílio em suas ações determina que nos temos que investir nas pessoas”, disse Lenilso. O evento, além das lutas que levaram o público que lotou o ginásio de esportes Louquinho ao delírio, teve também momentos especiais que já ficou para a história do judô da LCJMS, a graduação de shodan, faixa preta, e a primeira graduação de um shiran realizada pela LCJMS/CBJS no Mato Grosso do Sul, foi graduado a shiran Noritoshi sato, nascido em 1936, em Bastos SP, como judoca deu aula na prefeitura de Mogi das cruzes, responsável pelo Dojo Dom Pedro II em São Paulo capital, fundador da Academia 1º de Maio em Santo André, foi para o Japão e retornou ao Brasil vindo a campo Grande MS dando aula pela prefeitura municipal.

Além das graduações teve homenagem especial a uma das famílias pioneiras de Maracaju, representeada pela senhora Vilma Saravi, engajada no projeto do judô. A competição contou com momento especial, competição e participação de autistas e de atleta paralímpico.

Resultado final do 1º Open ficou assim: 1º lugar Maracaju Judô de Liga para Toda Família, 2º lugar Judô de Ouro de Porto murtinho, 3º lugar equipe de são Paulo, 4° lugar campo Grande Associação de Judô Social São João maria Vianey, 5º lugar Campo Grande Flor de Cerejeira 6º lugar Santokan Cuiabá.

Redação: Paulo Roberto.

Fotos: Maracaju em Foco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error

Gostou do nosso site? Divulgue para familiares e amigos :)