Sensei Cleber dos Santos Pereira e a LCJMS: Judô Social transformando vidas

Judô é uma arte e ciência, deve ser mantido acima de toda a escravidão artificial e ser livre de qualquer influência financeira, comercial e pessoal.” 

Shiran Jigoro Kano

Esta foi a finalidade da criação do Judô, definida pelo grande mestre Jigoro Kano, era do seu desejo que esta nobre arte, fosse praticada por amor, e ensinada a sua essência por professores (sensei), que honrasse o seu conhecimento.

Mas, ao longo dos anos, infelizmente o mundo capitalista entrou nas academias e nos tatames, por pessoas que aprenderam o judô mais não compreenderam a sua essência e finalidade.

O Judô passou a ser praticado para competição e acabou se tornando um produto comercial, desde o ensinamentos, quanto as graduações até a participação de atletas nas competições. Como conseqüência, todos os judocas passaram a ser reféns das Federações (entidades que regulamentam a prática do judô nas esferas Estadual, Nacional e Internacional).

Isso durou por muito tempo, o que  levou os grandes judocas e senseis e até shihans a abandonarem ou deixarem o judô adormecido, sem o praticar ou ensinar.

Com advento da lei Pelé (Lei federal 9615/98), trouxe um novo brilho de esperança, onde foi possível criar as Ligas e novas Confederações, como exemplo a CBJS (Confederação Brasileira de Judô Social), proporcionando com isso novos horizontes na prática do judô social, mais acessíveis as classes menos favorecidas, permitindo realizar graduações com reconhecimento estadual e nacional. O judô ensinado pelas Ligas é o mesmo praticado em todo mundo, o judô kodokan, podendo assim, dar continuidade ao legado deixado por Jigoro Kano.

Quando da sua criação:

“O judô deve existir para o benefício do homem e não o homem para o judô (competição).”

Palavras do mestre Jigoro kano.

 

Hoje são milhares de crianças, adolescentes e jovens beneficiados pelo judô de Liga, o judô social. No Estado de Mato Grosso do Sul a primeira Liga nasceu no dia 21 DE JANEIRO DE 2016, denominada LCJMS (LIGA CONFEDERADA JUDO MATO GROSSO DO SUL), formada através da iniciativa do seu presidente, o sensei Cleber, com apoio de judocas e da Prefeitura Municipal. Com sede em Maracaju, onde tem cerca de 350 filiados, vem crescendo em outros estados com entidades filiadas em Campo Grande, Fátima do Sul, Porto Murtinho e Glória de Dourados, chegando na casa dos 900 filiados em MS. Possui delegacias em outros estados, nas cidades de Rezende e Valença no RJ, Itapetininga em SP, além de filiais internacionais no Paraguai (projeto em parceria com Porto Murtinho) e Angola na África. Com a filosofia de oportunizar a todos a pratica do judô, acreditamos assim, que quem ganha é a comunidade, pois o judô além de um esporte, é uma arte que disciplina, orienta, faz saúde preventiva e torna seu praticante um cidadão de bem.

Sobre o presidente da LCJMS

Sensei Cleber dos Santos Pereira – Formado Educação Física, Pós graduado em Pedagogia do Movimento e Performance humana, faixa preta de judô 4° Dan pela LCJMS/CBJS/CIIJ.

Redação: Paulo Roberto

Revisão: Departamento de Marketing – LCJMS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error

Gostou do nosso site? Divulgue para familiares e amigos :)